Início > Reflexões > PARA REFLETIR…

PARA REFLETIR…


Governar significa usar a força, e usar a força significa fazer para os outros o que certamente não gostaríamos que fosse feito para nós. Conseqüentemente, governar significa fazer aos outros o que não gostaríamos que os outros fizessem para nós, isto é, fazer o mal.

Porque pensar que pessoas comuns não são capazes de auto-organizar suas vidas, e que governantes o farão não em proveito próprio, mas em proveito dos outros?

Liev Tolstói

——————————————————————————

A manipulação e a utilização sectária da informação deformam a opinião pública e anulam a capacidade do cidadão para decidir livre e responsavelmente. Se a informação e a propaganda são armas de enorme eficácia nas mãos dos regimes totalitários, também não deixam de o ser nos sistemas democráticos; quem domina a informação, domina de certa forma a cultura, a ideologia e, portanto, também controla em grande medida a sociedade.

Noam Chomsky

——————————————————————-

Para manipular eficazmente as pessoas é necessário fazer crer a todas elas que ninguém as manipula.

Galbraith

———————————————————————–

Quando a força e a mentira fracassam em quebrar o homem e em domesticá-lo, é aplicada a sedução. Quais são os métodos de sedução do poder? A coação interiorizada que assegura uma consciência tranqüila baseada na mentira: o masoquismo do cidadão honesto. Foi de fato necessário chamar de desprendimento ao que não passava de castração, pintar com as cores da liberdade a escolha entre as várias formas de servidão. O “sentimento do dever cumprido” faz de cada um o respeitável carrasco de si próprio.

Raoul Vaneigem
———————————————————-
As guerras e as revoluções – há sempre uma ou outra em curso – chegam, na leitura dos seus efeitos, a causar não horror mas tédio. Não é a crueldade de todos aqueles mortos e feridos, o sacrifício de todos os que morrem batendo-se, ou são mortos sem que se batam, que pesa duramente na alma: é a estupidez que sacrifica vidas e haveres a qualquer coisa inevitavelmente inútil.
Fernando Pessoa
———————————————————————————
Desde que a humanidade entrou no período de civilização, tão longe quanto a memória alcança, o povo reza e paga. Ele reza por seus príncipes, por seus magistrados, por seus exploradores e parasitas. Ele reza, como Jesus Cristo, por seus carrascos. Ele reza até mesmo por aqueles que deveriam rezar por ele. E depois ele paga para aqueles por quem reza. Ele paga o governo, a justiça, a polícia, a igreja, a nobreza, a coroa, a renda, o proprietário. Ele paga por seus passos, para ir e vir, para comprar e vender, para beber, comer, respirar, aquecer-se ao sol, nascer e morrer. E implora-lhe o céu para dar-lhe, abençoando o seu trabalho, meios com que pagar cada vez mais. O povo nunca fez outra coisa senão rezar e pagar.

Pierre-Joseph Proudon
—————————————–
Para cada mil homens dedicados a cortar as folhas do mal, há apenas um atacando as raízes.
Henry David Thoreau
———————————————–
Anúncios
Categorias:Reflexões
  1. Nenhum comentário ainda.
  1. No trackbacks yet.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: