Início > Reflexões > OS INIMIGOS DE CRISTO

OS INIMIGOS DE CRISTO


O que dirão os inimigos de Cristo quando virem o Cristo dos evangelhos convocando os homens a desprezarem as riquezas, a renunciarem à busca dos prazeres e a abandonarem o orgulho, e observarem que exatamente o oposto acontece entre os líderes dos que se professam cristãos, que vivem como que de modo a superarem os pagãos em seu paganismo — em sua paixão pelo acúmulo de riquezas, seu amor aos prazeres, sua vida suntuosa, sua selvageria na guerra e praticamente todos os outros vícios? Quanto não rirão quando virem que o Cristo dos evangelhos não queria ver seus seguidores assinalados pela sua vestimenta, por rituais ou por regras alimentares, mas em que fossem unidos em seu amor uns pelos outros — quando olharem ao redor e nos virem longe de estarmos unidos, e que de fato nenhuma outra estirpe de homens viveu em discórdia tão vergonhosa e mortal? Príncipe guerreia contra príncipe, estado luta contra estado, não há acordo entre uma escola e outra ou entre uma religião (como agora se diz) e outra; rixas, facções e litígios abundam entre nós. Esta é a verdadeira blasfêmia, e seus autores são os que encontram para ela uma justa causa.

Eles chamam de heresia quando alguém diz ou escreve algo que discorda, mesmo que no menor detalhe de gramática, dos pronunciamentos mais triviais tão caros aos mestres de teologia; porém não é julgado herege quem louva como parte principal da felicidade humana aquilo que o próprio Cristo nos ensinou a desprezar; quem introduz um modo de vida completamente alheio ao ensino dos evangelhos e aos princípios dos apóstolos; quem, contrariamente ao ensino de Cristo, arma os apóstolos, ao serem enviados para pregar o evangelho, não com a espada do Espírito, que pode sozinha, pela eliminação de todas as paixões terrenas, tornar a espada desnecessária, mas com o aço com o qual possam defender-se da perseguição; que os sobrecarrega com uma bolsa na qual possam carregar dinheiro, sem dúvida para que nunca lhes falte nada — e quem assim o ensina é citado entre os maiores dos teólogos.

Erasmo de Roterdã

Sileni Alcibiadis

Anúncios
Categorias:Reflexões
  1. Janás Felix
    22/03/2011 às 19:29

    É verdade viu… se o Cristo dos evangelhos, viesse nos dias atuais em carne e osso…hum! não seria recebido nos templos suntuosos, pelos homens bem trajados, os que se julgam muito eloquentes, dotados de capacidade onde eles mesmo se louvam, o Cristo do evangelho rompeu com tradições e costumes, desafiou os poderosos, curava judeus e pagãos e mais ele falava e praticava. O nosso Senhor desmascarou a religião e ahipocrisia. Deus abençoe.

  1. No trackbacks yet.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: