Início > Meus Artigos, Reflexões > O FIM DA HUMANIDADE – PARTE II

O FIM DA HUMANIDADE – PARTE II


Define-se como Instituição todo e qualquer método de controle social cujo alvo principal é o indivíduo. Portanto, o papel de uma instituição social é basicamente o de regular as ações e relações entre indivíduo e sociedade. Há diversos tipos de instituições: as militares, religiosas, políticas, científicas, a do casamento, da linguagem, da família etc. Curiosamente, antes da queda, nenhuma das instituições mencionadas existiam.

O relato do Gênesis é simbolicamente claro. Deus estabeleceu o homem na Terra e deu uma única ordem a ele, que desfruta-se de tudo, menos da árvore que se encontra no meio do jardim, a famigerada Árvore do Conhecimento. Estudiosos de todas as épocas vem interpretando a árvore de diversos modos. Mas nenhuma das explicações dadas são suficientemente  adequadas para nosso entendimento do problema humano. Questões como “o que tal árvore estava fazendo ali?”, “porque Eva pegou o maldito fruto?” e “O que aconteceria se essa árvore não existisse?” não podem ser satisfatoriamente respondidas com base na teologia. E nem poderiam, posto que a teologia e o conhecimento teológico fazem parte da instituição social conhecida como Religião, ou muitas vezes como Igreja.  Não sei se algum louco propôs isso, mas o que quero lhes mostrar é que a Árvore do Conhecimento nada mais é do que a divina Instituição.

Sendo o homem dotado de razão e livre-arbítrio, sabendo que nele está a imagem do Criador e portanto configurando-se como a criação suprema deste, Deus lhe deixou somente um único mandamento, o amor.  Deus criou uma companheira para o homem e disse ao casal que vivessem uma relação eterna de amor, carinho e compreensão mútua. Porém, Adão por algum motivo qualquer deixa Eva sozinha e esta é tentada pela serpente (na vasta maioria dos mitos antigos a serpente é símbolo da inteligência e do poder exercido pelo individualismo) a comer do fruto que Deus lhes ordenou que não comessem. Aqui está a chave. Se o mandamento inicial de Deus foi amar, o contrário disso, o não-amor, é o fruto proibido. Portanto, tenho a audácia de lhes dizer que o pecado de Eva foi não estritamente o ato de desobedecer, posto que o fato de serem “perfeitos” implica necessariamente em obediência aos mandamentos de Deus e ao contrário do que muitos querem admitir, tal posição não anula o livre-arbítrio. Temos que lembrar primeiramente que Eva não havia sido criada quando Adão recebeu a ordem de não comer da árvore do conhecimento (Gn. 1:15-21), fato este que passa descaradamente despercebido.  A responsabilidade de não comer do fruto era portanto, de Adão e a ele cabia ensinar esse mandamento à Eva. O pecado de Eva foi que ela teve a nítida capacidade de duvidar do amor (“É assim que Deus disse?”) porque Adão tinha falhado em amá-la pois tinha deixado Eva sozinha e ela, tentada pela falta de confiança (principalmente se considerarmos a lenda da primeira mulher de Adão, Lilith) institucionalizou sua relação com Deus e com seu companheiro, Adão. Eva tinha então desobedecido ao princípio natural da Sinergia (todas as coisas são interdependentes) ao reivindicar de si mesma a própria independência em relação ao Criador, ao homem e ao mundo como um todo. Tinha desobedecido ainda o princípio áureo da criação, o amor, que é ao mesmo tempo, a causa da queda e a salvação da humanidade.

Pela falta do amor a humanidade morreu. Pelo amor vem a sua ressurreição.

Continua…

Anúncios
Categorias:Meus Artigos, Reflexões
  1. Peter
    02/03/2011 às 6:38

    Esta indo muito bem! A arvore não poderia ser visto também como um sistema? A complexa imagem da árvore é uma figura muito bonita. Também sugiro aprofundar mais um pouco no significado do amor, não na classificação do amor.

  1. No trackbacks yet.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: