Início > Meus Artigos > A POLITICAGEM GOSPEL BRASILEIRA

A POLITICAGEM GOSPEL BRASILEIRA


A POLITICAGEM GOSPEL BRASILEIRA

Renato A. O. de Andrade

É incrível como a politicagem nesse Brasil gospel está correndo. Recentemente, como se não bastasse a volta triunfal dos “apóstolos” da Renascer, sem que no entanto houvesse alguma punição pelos seus crimes, o nosso excelentíssimo senhor presidente da república e sua ilustre ministra, assinaram um tratado político do mais alto escalão para o povo gospel brasileiro. Numa solenidade onde estavam presentes as pessoas citadas acima, mais o bispo da Empresa Universal do Reino de De-US$, e um montoado de religiosos interesseiros, foi instituído o Dia Nacional da Marcha Pra Jesus. O que vem a ser isso?

Antes de mais nada, deixo claro que nunca fui numa marcha dessas, e nem jugo quem vai. Porém, posso julgar os fatos e motivos que levam os adeptos do evangelicalismo gospel a participarem de tal movimento. É bem possível que as pessoas se convertam ali nessa “marcha” (marcha?), isso eu não duvido. O problema e a questão a ser resolvida é: Qual o motivo real que faz as pessoas irem nas ruas proclamarem que são de Jesus? Será que essas pessoas realmente testemunham o que elas gritam, cantam ou aparentam nesse evento? E os novos convertidos, será que se converteram mesmo? E, a quem se converteram, a Jesus, o Rei do Universo ou a Gezuis, o coitadinho que só quer que você ande ao lado dele como uma criança carente? O que se prega nesse evento é o Evangelho do Reino ou o Evangelho do Gênio da Lâmpada, do Papai Noel, do Duende Mágico? E o que mudou na sociedade brasileira desde que surgiu essa coisa? Isso não deve ser perguntado somente para eventos desse tipo, mas para a igreja de hoje também.

O que é engraçado é instituírem um dia nacional para um evento evangélico. Alguém poderá pensar: que bom, os católicos já tem tantos dias santos, porque não reservar um dia para nós evangélicos? Ora, o que temos na igreja brasileira é uma decadência em termos teológicos e doutrinários tal, que mesmo com os chefões dos camelôs do Evangelho sendo presos dentro e fora do país, o povo ainda continua indo nessas empresas. O que nos leva a pensar: qual o motivo dos chefões, juntamente com os políticos desse lugar instituirem um dia para essa marcha? Que raios um presidente com caráter e posição  predominantemente duvidosos em relação aos cristãos pode querer uma coisa dessas? O que esses caras estão tramando afinal? A resposta pode estar na História. Na Roma Antiga, existia uma estratégia que funcionava perfeitamente, a Política do Pão e Circo. Ela consistia em oferecer à plebe (o povo) uma grande dose de diversão e comida grátis, para que ninguém se rebelasse contra o governo. Enquanto isso, os senadores trabalhavam tranquilamente nas leis que regiam a sociedade romana. E é isso que querem fazer hoje, só que agora é mais fácil. O que já ocorria nas igrejas, a política do show e benção gospel, irá se tornar oficial nesse país. Enquanto o povo evangélico é atraído para as atrações dos animadores de auditório das igrejas e congressos de “avivamento”, enquanto o povo fica pulando, gritando, dançando e correndo no carnaval gospel, o governo coloca em prática seus planos mais obscuros. Sim, enquanto durar a distração, teremos mensalões, lavagem de dinheiro, corrupção, leis imorais, aumentos absurdos de impostos e quando o povo acordar da ressaca já será tarde demais.

A isso tudo, o ateísmo bate palmas. O fato é que a igreja está produzindo mais ateus que cristãos verdadeiros. São tantos escândalos, tantas vergonhas que a pessoa fica pensando: onde está Deus nisso tudo? Esse é o Deus que os ristãos pregam? Não deveria ser assim, mas pela grande falta de testemunho daqueles que se dizem crristãos, saem na mídia de massa e envergonham o Caminho, os céticos acabam culpando todo o Cristianismo. Mas Jesus deixa claro que qualquer que fizer tropeçar um destes pequeninos que creem em mim, melhor lhe fora que se lhe pendurasse ao pescoço uma pedra de moinho, e se submergisse na profundeza do mar.” – Mateus 18:6. É bastante pesado não? Então temos esperança de que esses serão punidos em seu devido tempo. Mas o problema aqui não é com a falta de punição aos falsos profetas, e sim o que eles levam junto consigo. Muito provavelmente as Marchas pra Jesus de agora em diante terão a companhia desses tais citados acima, já que os crentes estão tão cegos que não percebem realmente o que está por trás dessa oficialização. O que poderá ocorrer de tão ruim assim afinal? Ora, não seria uma honra receber como preletor os “apóstolos” que fizeram tanto esforço para que tal dia fosse criado? Não é interessante termos o bispo de De-US$ pregando na Marcha?

Outro fato interessante da politicagem gospel brasileira é o fato de que há alguns dias atrás  o presidente da república foi falar dentro de um culto em homenagem aos 150 anos da IPB. Ora, fiquei pensando, porque a IPB, a qual humildemente faço parte, que goza de um status de igreja séria estaria deixando um cara com idéias anticristãs falar em um culto de homenagem ao seu aniversário? É claro que o convidado de honra não perdeu a oportunidade e soltou o verbo político ali mesmo, no púlpito. O livro dos Salmos começa com uma colocação interessante, que vale apena refletirmos: “Bem aventurado o homem que não anda segundo o conselho dos ímpios, nem se assenta na roda dos escarnecedores”. Então, estamos cumprindo a palavra de Deus como igreja? Estamos fazendo alguma diferença nesse mundo?

Caro amigo, ser cristão verdadeiro nesse mundo está absurdamente difícil. Antigamente se dizer evangélico de certa forma te dava um status soial de confiabilidade. Hoje, a coisa está a tal ponto, que eu mesmo tenho vergonha de ser chamado de evangélico, preferindo ser identificado como critão ou protestante. Por amor ao poder, ao prestígio, ao dinheiro e à fama, nossos líderes tem difamado o caminho da verdade, igual aos fariseus do povo de Israel, que para obter tais recursos valiam-se de alianças políticas com o Império Romano. Jesus está dizendo à igreja brasileira:“Lembra-te pois, donde caíste e arrepende-te, pratica as primeiras obras, e senão, brevemente virei a ti, e removerei do seu lugar o teu candeeiro se não se arrependeres” – Apocalipse 2:5.

Tomemos alguma atitude, não por causa da politicagem, mas por amor aos nosssos irmãos que em sua ignorância, estão sendo enganados por esses falsos mestres.

Anúncios
Categorias:Meus Artigos
  1. Joba
    07/09/2009 às 18:44

    essa marcha evangeliza alguém, isso é verdade, agora que Evangelho esta sendo pregado? Bom pode ser tudo menos o Evangelho de Jesus, não mesmo.

    Brilhante artigo, só tenha cuidado pois muitos ficarão revoltados com ele :D

  1. No trackbacks yet.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: